Prefeitura marechal
busque por título

Mural de recados

  • Enviado em 02/04/2019 às 22:58

    De: Ten Lauro | Para: Todos

    CRIMINOSA DISCRIMINAÇÃO ATRAVÉS DE FALSAS LÍNGUAS ESTRANHAS Eis a ordem bíblica (I Coríntios 14:27-28): “E se alguém falar em língua estranha, faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja intérprete. Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus.” Durante um culto, reunião de oração, etc. mesmo que a atividade religiosa dure meio dia sem parar, podem ter no máximo três pessoas com línguas estranhas, audíveis, somente uma de cada vez, e ainda OBRIGATORIAMENTE precisa ter intérprete humano do estranho ao humano. Se não tiver intérprete humano é para, obrigatoriamente, calar a boca, ficar de BOCA FECHADA somente em PENSAMENTO, consigo mesmo e com Deus. E tal intérprete verdadeiro de Deus praticamente não existe. O que se ouve por ai quase sempre são “chutes” e adivinhações carnais ou a atuação de espíritos enganadores. PERIGO: as línguas estranhas VERDADEIRAS dependem diretamente da atuação do Deus Espírito Santo. E por isto se alguém falar em suposta língua estranha AUDÍVEL em público sem haver intérprete humano provavelmente se trata de falsa língua estranha carnal (por conta própria carnalmente) ou demoníaca (por influência de espíritos enganadores), porque O ESPÍRITO SANTO NÃO COMPACTUA COM DESOBEDIÊNCIA À BÍBLIA. E intérprete humano verdadeiro é tão raro que praticamente não existe. Repetindo: se uma pessoa falar em falsa língua estranha carnal, ou até mesmo em suposta verdadeira língua estranha audível em público, mas sem haver intérprete humano isto provavelmente é obra da carne ou é atuação de espíritos enganadores. Nas duas situações o falsário ou ingênuo exibicionista estará desobedecendo à Bíblia, pecando contra o Espírito Santo, entristecendo-O, e por isto o Espírito Santo pode se afastar de tal pessoa, ficando ela vulnerável à atuação de Satanás. Os exibicionistas precisam ficar mais espertos! Não é mesmo? Sobre CRIMINOSA discriminação com falsas línguas estranhas leia o site: https://www.laurohenchen.com.br

  • Enviado em 01/04/2019 às 07:10

    De: Sebastião Heleno | Para: O POVO DEODORENSE

    Só para complementar as festividades da inauguração da nova igreja de São José, informo que quem construiu essa Igreja foi o senhor João Pitanga, antigo morador do Bairro da Poeira no ano de 1947, quando o mesmo foi eleito o primeiro Vice Prefeito juntamente com o Prefeito João Farias Lobo, nas eleições gerais de todo o Brasil. Informo também que o projeto arquitetônico da referida reforma foi do arquiteto Jorge Henrique (Jorginho) da Superintendência de Patrimônio e Cultura, morador do bairro da Poeira e deodorense.

  • Enviado em 31/03/2019 às 22:53

    De: Germano | Para: Real Deodoronse

    Seria bom que estes murais pudessem receber imagens para que o poder público melhorasse cada vez mais nossa cidade e assim trabalhasse além do Francês

  • Enviado em 30/03/2019 às 21:14

    De: Geane Silva | Para: Prefeito Cacau

    Senhor Prefeito é bom lembrar que em 1997, quando o FUNDEF foi implantado, apenas os professores de Educação Infantil não eram contemplados, mas, tanto os professores de 1ª a 8ª série e o pessoal de apoio recebiam desse recurso. A pergunta é: Porque apenas os professores serão contemplados com os pagamento dos PRECATÓRIOS?. Vale lembrar, que os recursos dos 40% não é investido apenas em manutenção de escolas não, é exatamente desse recurso que se paga o salario de todo pessoal de apoio. Assim sendo, qual a justificativa, para contemplar apenas os professores...?????

  • Enviado em 27/03/2019 às 17:36

    De: Observador | Para: Prefeito

    Essa orla que vão fazer em Massagueira, ela será feita em toda área que estiver sem construção? Porque não foi feito ao lado do bar massagueira e enfrente onde fica o barco conhecido como bela. Se é para fazer, que seja feito e não favoreça a ninguém. Assim espero, e eu estarei aqui para falar.