busque por título

Tecnologia

18/05/2020 às 16:26

Poker online, clubes do livro e mais: conheça comunidades virtuais que têm conquistado espaço

 

(Créditos de imagem: Needpix/Creative Commons Zero )

A evolução da tecnologia e as mudanças de hábitos da população fizeram com que surgissem diversas comunidades que não dependem da localização territorial. Hoje, falaremos de algumas comunidades que vem ganhando espaço justamente pelo fato da internet “estreitar” distâncias. Entre elas, o poker online, clubes do livro e outras comunidades mais que têm ganhado adeptos.

Poker online conquista fãs de todas as regiões do país

Uma das comunidades online que mais que tem crescido muito nos últimos anos é a do poker online. O famoso esporte das cartas conquistou a população através de aplicativos para celulares e computadores e hoje já conta com mais de 100 milhões de fãs pelo mundo – com mais de 10% deles localizados no Brasil.

Existem muitos fatores responsáveis pelo crescimento desse conhecido esporte intelectual no país, mas é possível apontar alguns como sendo os principais. O primeiro é a grande quantidade de ídolos nacionais e internacionais que os fãs do esporte brasileiro podem acompanhar e são surpreendentemente acessíveis.

Assim como ocorre com o futebol e já aconteceu com o UFC neste século, os brasileiros dominam o poker online e diversos nomes como André Akkari, Felipe Mojave, João Simão, Thiago Decano e Bruno Foster serviram e ainda servem de inspiração para que milhões de entusiastas começassem a dar seus primeiros passos no esporte e começassem a fazer parte dessa comunidade.

O próprio André Akkari, campeão do mundo e um dos maiores competidores da história do país, oferece aulas de poker, tanto da modalidade ao vivo quanto da online, através do QG Akkari Team e qualquer interessado pode fazer aulas e aprender mais sobre esse mundo.

O segundo grande fator que atraiu milhões de fãs para o poker online foi a facilidade do uso de smartphones e notebooks para praticar o esporte e fazer parte da comunidade.

É muito fácil para qualquer pessoa pegar esse tipo de dispositivo, criar uma conta com um apelido personalizado e começar a disputar partidas com pessoas do Brasil e do mundo inteiro.

Para completar, com apenas um pouco de pesquisa na rede mundial de computadores é possível encontrar inúmeros recursos, fóruns e comunidades online em sites como Facebook, Reddit e outras grandes redes sociais onde entusiastas de poker se reúnem para trocar estratégias e experiências com o esporte das cartas.

Tudo isso faz com que a comunidade online de poker no Brasil seja uma das mais movimentadas e vibrantes do mundo e tudo indica que os números dela só tendem a crescer no futuro.

Clubes do livro e “booktubers” ganham espaço

Mesmo que não conte com os mesmos números do poker online, outra comunidade que tem ganhado cada vez mais espaço no Brasil ao longo dos últimos anos é a dos clubes do livro e os “booktubers”, seus principais influenciadores.

O fenômeno dos booktubers é recente e está ainda mais conectado ao YouTube e as diferentes redes sociais e o canal “Vá ler um Livro” é um dos principais exemplos da comunidade.

Administrado pelos ex-professores Tatiany Leite e Augusto Assis, o objetivo do canal é, segundo os próprios, desmistificar a ideia de que a literatura seria um bicho de sete cabeças e mostrar que é fácil e possível ter tempo para a leitura no dia a dia.

Com mais de 170 mil seguidores e cerca de 450 vídeos sobre os mais diversos tipos de livros e tópicos literários, que muitas vezes são escolhidos pelos próprios fãs e membros da sua comunidade online de leitores, é possível afirmar que eles têm tido sucesso.

Outro canal com uma temática similar e uma comunidade online que não para de crescer é o “Literatura-se”, que é administrado por Mell Ferraz. Aluna de estudos literários da Unicamp, Ferraz revelou em declarações para a imprensa que criou o canal quando morou longe de sua cidade natal e descobriu que não tinha com quem conversar sobre os livros que estava lendo.

De maneira similar ao “Vá ler um Livro”, o objetivo de Ferraz é fazer com que cada vez mais pessoas comecem a ler e adotem o passatempo em suas rotinas. O canal atualmente conta com mais de 775 vídeos e 128 mil seguidores, que seguem as recomendações de leitura da booktuber e comentam sobre o que estão lendo nas redes sociais.

Além dos canais no YouTube e as diversos grupos e fóruns literários atrelados a eles, os clubes do livro virtuais também crescem de maneira orgânica através de outras plataformas. Por exemplo, ao pesquisar por “Clube do Livro” no Facebook e no Reddit é possível encontrar grupos e fóruns de praticamente qualquer lugar do país e gênero literário, sendo possível se conectar facilmente com qualquer uma delas.

Jogos de tabuleiro e RPGs de mesa também crescem no país

Além do poker online e dos clubes do livro, outra comunidade que tem crescido no país é a dos jogos de tabuleiro e RPG, sigla que em inglês significa “role-playing game” ou “jogo de interpretação de papéis” na tradução mais utilizada.

Os RPGs já são parte da realidade brasileira há mais de três décadas e diversos jogos de tabuleiros clássicos, como War e Banco Imobiliário, também são um passatempo comum e antigo entre a população.

Apesar de já estarem presentes nos lares do país, nos últimos cinco anos eles experimentaram uma explosão de popularidade, com o público geral de jogos de tabuleiro crescendo cerca de dez vezes nesse breve período.

Para se ter uma ideia desse fenômeno, basta mencionar que o número de editoras voltadas para a produção desses jogos em funcionamento no país passou de 3 para 30, um crescimento impressionante de 1000%.

Grande parte desse crescimento se deve as diversas comunidades online que surgiram em volta desses jogos. No lugar de uma competição aos jogos físicos, as redes sociais funcionam como amplificadores e trazem novas funcionalidades aos tradicionais tabuleiros e RPGs.

Inclusive, uma das principais novas editoras do mercado, a Conclave, teve seu primeiro jogo de tabuleiro lançado graças ao sucesso de um financiamento coletivo organizado através da internet, com fãs e diversos grupos relacionados representando a maior parte dos apoiadores.

É possível encontrar grupos para jogar online através das principais plataformas e existem diversos aplicativos e sites, como o famoso “Roll20”, voltados apenas para a reprodução desses jogos no meio virtual que contam com milhares de usuários no Brasil e no mundo.

Os grupos desses passatempos online têm conquistado cada vez mais espaço e é possível encontrar pessoas com quem jogar por toda a internet, sendo possível até mesmo utilizar aplicativos de comunicação tradicional, como Google Hangout e Skype, para disputar partidas.
 

Deixe seu comentário

0 comentários