busque por título

Saúde

al24hs

30/06/2020 às 19:27

Governo autoriza abertura de lojas, salões de beleza e templos em Maceió

O decreto de emergência será mantido, pelos próximos 15 dias no restante do Estado 

(Créditos de imagem: Divulgação )

O Governo de Alagoas anunciou nesta terça-feira, 30, a tão esperada flexibilização das medidas de isolamento social devido a pandemia do novo Coronavírus, que está sendo chamada de distanciamento social controlado. Em coletiva virtual nesta tarde, o governador Renan Filho (MDB) informou que a capital alagoana terá algumas atividades, consideradas não essenciais, restabelecidas, a partir do dia 03 de julho, quando finda o decreto de emergência do município.

Com isso, voltarão a funcionar as lojas de rua com até 400 metros quadrados; salões de beleza e barbearias, com 50% da capacidade e com hora marcada; além de igrejas e templos, com até 30% de sua capacidade. Bares, restaurantes, shopping centers e galerias continuarão fechados, aguardando nova fase da flexibilização.

Ainda de acordo com o governador, o decreto de emergência será renovado pelos próximos 15 dias para as demais cidades de Alagoas. A justificativa do governo é que somente a capital apresentou dados de evolução no combate à pandemia, tanto no número de ocupação hospitalar, quanto no número de mortes por Covid-19, que reduziu 46%.

No interior, a bandeira continua vermelha. A ideia é dar mais tempo para que as cidades se consolidem com uma tendência de queda. Além de reforçar as medidas de isolamento e fiscalizações, o governo pretende ampliar a oferta de leitos e serviços, a exemplo da Unidade de Emergência do Agreste, que receberá novos leitos de UTI, nos próximos dias.

O governador enfatizou, no entanto, que se houver retrocesso na capital, fará o caminho inverso. “Do mesmo modo que estamos avançando para viver o novo normal, o estado poderá voltar atrás e adotar novas medidas para combater o coronavírus”, disse.

Fiscalizações

Questionado sobre a eficácia das fiscalizações no Estado, Renan Filho disse que acredita que este seja o grande complicador da pandemia. O emedebista acredita que a culpa é da politização, que dividiu a sociedade. Apesar disto, ele destaca que o nível de isolamento no estado é maior que na maioria dos estados.

As forças de segurança pública manterão as fiscalizações, tanto na capital, quanto no interior do estado, impedindo aglomerações e observando o uso obrigatório das máscaras. 

Salão de Beleza e Barbearias

Atendimento exclusivamente mediante agendamento com intervalos de 30 minutos

Quadro de funcionários reduzido em 50%

Lojas e estabelecimentos de Rua

Uso de provadores Proibidos

Igreja, templo e demais instituições religiosas

Banco de uso coletivo devem ser reorganizados e demarcados de forma a garantir que as pessoas se acomodem nos locais indicados e mantenham o afastamento mínimo de 1,5 metros de distancia uma das outras, desde que não pertençam ao mesmo grupo social ou familiar

Dispensadores de água benta ou outro elemento de consagração de uso coletivo devem ser bloqueados



Deixe seu comentário

0 comentários